Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Setembro, 2009

Orquídea selvagem

Despida pelo vento

Nobre sentimento passado

Encurralado

Nos laços de um Tempo

Deprimido e obcecado

Encriptado na lápide humedecida.

 

Sombra de um silêncio

Esquecido

Corrompido

Sentido

Na órbita de uma visão ocular

Ténue

Baça e ofuscada.

 

Corrente de água fria

Que corre no vazio

Ao longo da margem

Vasto no meu rio

Exausto com coragem

Desliza dias a fio.

 

Nuvem de cor cinza

Outrora doce algodão

Sabor a fantasia

Arco íris de uma vida

Repleta de ilusão.

 

Pele macia

Cortada

Rasgada e rasurada

Pela força da erosão.

 

Imagem pura

Aroma de mel

Rosto esguio

Firmado

Traçado

A lápis de carvão.

 

309535198_020be8a179_b

Anúncios

Read Full Post »