Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Poesia de Hoje’ Category

Silenciosa…
esquecida,
perdida
no vazio de um lamento.

 

Ao longe,
nas margens do sentimento
uma alma de vida
percorre
um caminho sem sentido,
um destino proíbido.

 

Envolto em lágrimas
a jorrar nas margens do meu rio
nasce
uma vontade
de sangue frio,
ocultada por um desejo
firme,
sombrio,
de peito aberto.

 

É o vento,
leve
que me leva
levemente
até ao sol
como um pássaro,
uma espécie de rouxinol.

 

Bem perto,
oiço um canto,
vejo uma janela aberta.
No seu recanto,
uma vela
acesa,
com toda a certeza
arde
ardentemente,
caída
ferida
de mágoa.

 

E de repente,
num instante
a pestanejar
entre um breve olhar,
vejo
a tristeza
que nas asas do Tempo
partiu
a voar…

 

simultaneousness…

Anúncios

Read Full Post »

Em cada Momento há um Olhar

Em cada Olhar há um Tempo

Em cada Tempo há uma Palavra

Em cada Palavra há um Silêncio

Em cada Silêncio há um Recordar

Em cada Recordar há um Sentimento

Em cada Sentimento há uma Esperança

… uma Esperança de um dia alcançar cada Momento.

 

2333409688_4dcc7234d4_o

Read Full Post »